Mulher: Flor X Espada

Tenho aprendido muito sobre a mulher, sua origem, verdades abafadas pelo pecado. Especialmente com essa “briga” entre sexos, feminismo versus machismo, onde estamos realmente nesse questão toda? Quem somos de verdade?

De imediato posso dizer que somos flor, mas somos também espada. Jaja você entenderá.

De acordo com a origem, o verbo utilizado na criação da mulher significa “construir de acordo com um propósito”.

Primeira coisa muito importante, foi DEUS quem identificou que não era bom que o homem vivesse só (Genesis 2:18). O homem não tinha percebido e nem tinha observado os “casais” de animais. Temos a tendência de dar uma conotação sexual na decisão de Deus criar a mulher e quando fazemos isso reduzimos e MUITO seu papel. Não fomos criadas para um propósito sexual, embora o sexo faça parte. O comando de ser frutífero, multiplicar e subjugar a terra foi dado aos dois, homem e mulher, colocando assim a importância dos dois com mesmo peso e medida (Genesis 1:27-31). Cada um com seu papel! Mulher não é homem e se entendermos nosso chamado espiritual, essa besteira de competição vai por água a baixo. Não tem melhor ou pior, mais ou menos importante.

No hebraico o “estar sozinho”simboliza desordem e Deus identificou que de alguma forma havia uma “desordem” no fato do homem estar sozinho.

Mas vamos a FLOR e a ESPADA. A palavra utilizada para descrever a mulher é Ézer Kenegdo (ajudadora idônea), a primeira significa AJUDA e a outra, OPOSIÇÃO. Mais ou menos assim, no caso do homem ser JUSTO e ABENÇOADO, ela ajuda/apoia, se ele é FRACO e INJUSTO, ela se opõe. Talvez devêssemos entender qual o papel do homem para julgar o que é ser justo/injusto ou fraco e resumindo o homem foi chamado a lembrar e obedecer as instruções de Deus, expressar adoração no que faz (trabalho). A mulher é aquela que o ajuda nessa missão de lembrar para que ele possa obedecer, cria um ambiente seguro para que ele possa expressar a adoração onde quer que esteja ou no que quer que faça.

Como Flor é aquela que lembra e o apoia a exercer seu chamado diante de Deus.

Como Espada se opõe, traça limites para que ele volte e desenvolva seu chamado de acordo com o que Deus propôs pra ele.

Ser uma mulher que apenas fala “sim, senhor” para seu marido não o ajuda em sua missão. Ajuda e oposição estão diretamente ligados ao seu propósito de ser aquela que “foi construída com um propósito”. Somos fortes por natureza, protegemos por natureza, somos guerreiras por natureza, uma natureza que Deus, nosso criador nos deu.

Leia provérbios 31 e identifique-se naquela mulher, uma mulher que descreve essas qualidades que falei acima, ela não é utópica. Ela trabalha, cuida para que tudo esteja em ordem (no sentido literal), não deixa faltar nada, etc etc etc

Somos resgatadas por Jesus, redimidas em seu sangue, tire os entulhos que atrapalha enxergar quem você realmente é diante de Deus.

No próximo post vou descrever algumas distorções que o pecado trouxe na queda e que tem feito a mulher usar de forma equivocada o dom que Deus deu.

Referências: Gênesis 1:27-31; Gênesis 2:18; Provérbio 31.

Advertisements

Dica para leitura Bíblica

Uma dica pra quem lê a Bíblia e sente como se Deus não falasse ou então se sente disperso.  Anote em pontos o que você aprendeu, fiz um exemplo em Provérbios 22:

  • Ter boa reputação
  • Deus é criador de todos
  • Ser prudente
  • Se manter longe do perverso
  • Ser generoso traz bênção
  • Não explorar os pobres
  • Não andar com mau humorado ou com que se ira facilmente
  • Não ser fiador se não tiver como pagar a dívida

Prudência + Temor do Senhor = Riqueza, honra e a vida.

Simples, daí pra frente faça perguntas. Exemplo: como anda minha reputação? Tenho sido prudente? O que é ser prudente? Com quem tenho me relacionado? Tenho sido generoso? Quais foram as últimas pessoas que ajudei? Estou abrindo mão em favor de outros?

E assim vai. Com o tempo isso fica natural e algumas dessas anotações vai falar mais alto.

Espero que ajude e te motive para um tempo na presença do Senhor.

Minha Identidade – Mulher

Muitas coisas começam a fazer sentido, imagina um turbilhão de pensamentos passando pela minha cabeça. Não consigo ordena-los, mas vou tentar fazer por partes.

Segundo um doutor em hebraico, entendemos equivocadamente o motivo pelo qual Deus criou a mulher. Lendo sobre isso, muitos textos começam a fazer sentido e a palavra suporte ou ajudadora não me soa mais como subserviente. Segundo Dr Moen, o papel da mulher não é o de companheira doméstica, assistente ou ainda “vice” em trabalhos públicos. Quando Deus criou a mulher, Ele a designou como guardiã do homem para que este se mantivesse firme e fiel a Deus. Mais ou menos assim: Adão guardaria o jardim e Eva guardaria Adão.

Com esse entendimento fica fácil ver porque a serpente enganou Eva e esta decidiu comer do fruto. Aquela que deveria guardar/guiar Adão para uma obediência a Deus, ignorou seu papel de o AJUDAR e o SUPORTAR a permanecer firme e fiel a Deus e o direcionou a desobedecer a orientação do Criador.

Daí pra frente, vemos tanto mulheres que desempenham seu papel original, descrita em Provérbios 31. Uma mulher ativa, sábia, que tanto no seu trabalho diário (seja dentro ou fora de casa), como no seu lar é respeitada, valorizada e amada. Por outro lado vemos mulheres que levam seus maridos, filhos e quem está ao redor a ruína, porque exercem uma influência negativa e contrária a sua designação, sendo manipuladora e controladora. (2 Crônicas 22:3; Provérbios 7:1; 5)

Quando nascemos de novo, Jesus restaura quem somos e isso é lindo! Podemos ser a mulher de Provérbios 31 e a mulher planejada por Deus no Éden.

Que o Pai nos ajude a sermos mulheres/esposas GUARDIÃS, levando maridos, filhos e os que nos rodeiam a permanecer firmes e fiéis a Deus.

Vou escrever mais sobre isso, aguardem! ❤

TEXTOS:

 “Então o Senhor Deus declarou: “Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda”.” Gênesis 2:18

“Uma esposa exemplar; feliz quem a encontrar! É muito mais valiosa que os rubis.
Seu marido tem plena confiança nela e nunca lhe falta coisa alguma.” Provérbios 31:10-11

“Meu filho, obedeça às minhas palavras e no íntimo guarde os meus mandamentos.” Provérbios 7:1

 “eles o manterão afastado da mulher imoral, da mulher leviana e suas palavras sedutoras.” Provérbios 7:5

 “Ele também andou nos caminhos da família de Acabe, pois sua mãe lhe dava maus conselhos.” 2 Crônicas 22:3

 

 

Ser ativo e dinâmico

Davi entendeu que uma vida que representa Deus na terra é ativa e dinâmica e não uma condição passiva que envolve apenas um entendimento cognitivo.

Quando ele traz a arca da aliança de volta um Salmo de gratidão é cantado. Nesse salmo Davi propõe algumas ações ativas e dinâmicas (todos verbos que indicam ação) de uma vida que representa o Criador:

  • Dar graças ao Senhor
  • Testemunhar
  • Cantar para Ele
  • Alegrar-nos
  • Buscar a face do Senhor
  • Lembrar da sua aliança com o povo
  • Proclamar sua salvação

Porque devemos fazer isso? “Pois o Senhor é grande e muitíssimo digno de louvor, ele deve ser mais temido que todos os deuses” 1 Crônicas 16:25

Referência/Texto para leitura:

‘Eles trouxeram a arca de Deus e a colocaram na tenda que Davi lhe havia preparado, e ofereceram holocaustos e sacrifícios de comunhão diante de Deus. Foi naquele dia que, pela primeira vez, Davi encarregou Asafe e seus parentes de louvarem o Senhor com salmos de gratidão:

“Deem graças ao Senhor , clamem pelo seu nome, divulguem entre as nações o que ele tem feito. Cantem para ele, louvem-no; contem todos os seus atos maravilhosos. Gloriem-se no seu santo nome; alegre-se o coração dos que buscam o Senhor . Olhem para o Senhor e para a sua força; busquem sempre a sua face. Lembrem-se das maravilhas que ele fez, dos seus prodígios e das ordenanças que pronunciou, ó descendentes de Israel, seu servo, ó filhos de Jacó, seus escolhidos. da aliança que fez com Abraão, do juramento que fez a Isaque, que confirmou para Jacó como um decreto e para Israel como uma aliança eterna, dizendo: ‘A vocês darei a terra de Canaã, a herança que possuirão’. “Quando eles ainda eram poucos, muito poucos, sendo estrangeiros nela e vagueando de nação em nação, de um reino a outro, ele não permitiu que ninguém os oprimisse; por causa deles repreendeu reis, ordenando: ‘Não maltratem os meus ungidos; não façam mal aos meus profetas’. “Ele é o Senhor , o nosso Deus; seu domínio alcança toda a terra. Para sempre se lembra da sua aliança, da palavra que ordenou para mil gerações, “Cantem ao Senhor , todas as terras! Proclamem a sua salvação dia após dia! Anunciem a sua glória entre as nações, seus feitos maravilhosos entre todos os povos! Pois o Senhor é grande e muitíssimo digno de louvor, ele deve ser mais temido que todos os deuses. “Rendam graças ao Senhor , pois ele é bom; o seu amor dura para sempre. ‘ 1 Crônicas 16:1,7-25,34  

A quem perguntamos antes de decidir?

Antes de Davi se tornar rei, Samuel já o tinha ungido, passaram-se anos até que ele assumisse o reinado. Mas uma coisa ele sabia, recorrer a Deus. No antigo testamento o Espírito do Senhor estava com pessoas bem específicas, sendo estes os sacerdotes e reis que em em alguns momentos faziam a tarefa de sacerdotes.

Em duas ocasiões antes da sua “posse” como rei, observei Davi pedindo as vestes sacerdotais para falar com Deus. Davi perguntava se deveria ir ou ficar, lutar ou fugir.

1 Samuel 23:9-11 ‘Quando Davi soube que Saul tramava atacá-lo, disse a Abiatar: “Traga o colete sacerdotal”. Então orou: “Ó Senhor, Deus de Israel, este teu servo ouviu claramente que Saul planeja vir a Queila e destruir a cidade por minha causa. Será que os cidadãos de Queila me entregarão a ele? Saul virá de fato, conforme teu servo ouviu? Ó Senhor , Deus de Israel, responde-me”. E o Senhor lhe disse: “Ele virá”. ‘

1 Samuel 30:7-8 ‘Então Davi disse ao sacerdote Abiatar, filho de Aimeleque: “Traga-me o colete sacerdotal”. Abiatar o trouxe a Davi, e ele perguntou ao Senhor : “Devo perseguir esse bando de invasores? Irei alcançá-los?” E o Senhor respondeu: “Persiga-os; é certo que você os alcançará e conseguirá libertar os prisioneiros”. ‘ 

Davi perguntava, Deus respondia.

Temos a tendência de procurar a Deus apenas quando a dificuldade chega, mas ele nos convida a buscar respostas nele sempre, nas coisas que parecem triviais, nas decisões de família, nas decisões ministeriais, decisões profissionais, sobre a educação dos nossos filhos, se devemos ir ou ficar, lutar ou correr. Não precisamos mais de um sacerdote pra acessar nosso Pai celeste, Jesus disse que iria para junto do Pai, mas que deixaria o consolador e que em espírito poderíamos busca-lo e encontraríamos respostas.

Provérbios 16:1-3 nos ensina:

‘Ao homem pertencem os planos do coração, mas do Senhor vem a resposta da língua. Todos os caminhos do homem lhe parecem puros, mas o Senhor avalia o espírito. Consagre ao Senhor tudo o que você faz, e os seus planos serão bem-sucedidos. ‘

Cansagre ao Senhor TUDO o que você faz! TUDO significa TUDO. Pergunte ao Espírito Santo se parece boa a escolha que está fazendo e Ele responderá.

 

 

Davi, homem segundo o coração de Deus

Muitas coisas se escrevem sobre o porque Davi foi um homem segundo o coração de Deus, já ouvi e acho até que fiz comentários do tipo: “apesar da lambanças de Davi, ele ainda foi considerado um homem segundo o coração de Deus”. Que comentário mais “fail” rsrsrsrs

Porque Davi era um homem segundo o coração de Deus? Simplesmente porque Deus disse que ele era, simples! Deus não nos deu grandes análises do porque, qualquer coisa que se fale ou escreva é pura conclusão própria, erradas? Talvez não, mas o fato é que Deus falou isso antes mesmo de Davi ser rei e em decorrência a desobediência de Saul. 1Samuel 13:13-14 diz que Saul desobedeceu ao Senhor e por isso seu reinado não seria perpetuo em Israel, logo em seguida Samuel diz que o senhor procurou um homem segundo seu coração e o designou líder do povo.

Davi era músico e pastor de ovelhas, literalmente, e nessa posição foi que o senhor estabeleceu o reinado de Davi e o considerou segundo seu coração. Davi nem sonhava que seria rei e muito menos que o Senhor procurou e achou nele alguém segundo seu coração. Isso não é incrível? O que Davi tinha de especial aos nossos olhos? NADA! Nem seu pai considerou que ele pudesse ser o ungido, e apresentou todos os filhos a Samuel, menos Davi.

Sem nem desconfiar, boa parte da vida de Davi foi um treinamento, o temor a Deus, o destemor dos ursos e leões. Ele desenvolveu suas habilidades e caráter enquanto tocava harpa e apascentava ovelhas, tarefas que pra ele eram corriqueiras.

Fico pensando se sou sábia para aprender enquanto vivo e mansa para estar exatamente onde devo nessa hora, sem reclamar. O Senhor nos treina e nos usa de formas que nunca sonhamos. Um dia olharemos para trás e veremos o quanto da nossa jornada se tornou ferramentas nas mãos do Senhor.

Ficar atento e tirar o máximo de aprendizado do presente é o mais sábio a fazer e assim como Davi, ter certeza de quem é nosso Senhor e do seu poder nos fará “matar leões”, “matar ursos” e  “matar golias”.

Ao invés de lamentar sobre nossa posição hoje, pergunte ao Espírito Santo o que podemos aprender, se disponibilize para Seu chamado. Deixe o Senhor te encontrar e dizer “já escolhi alguém pra essa tarefa, alguém segundo o meu coração”.

Lembre-se, Deus não chamou Davi de homem segundo seu coração porque Ele tinha feito tudo como Deus queria, mas o chamou bem antes porque tinha certeza de que Davi faria. Um coração manso e obediente é o que Deus procura.

‘Disse Samuel: “Você agiu como tolo, desobedecendo ao mandamento que o Senhor, o seu Deus, deu a você; se tivesse obedecido, ele teria estabelecido para sempre o seu reinado sobre Israel. Mas agora o seu reinado não permanecerá; o Senhor procurou um homem segundo o seu coração e o designou líder de seu povo, pois você não obedeceu ao mandamento do Senhor ”. ‘ 1 Samuel 13:13-14

‘Depois de rejeitar Saul, levantou-lhes Davi como rei, sobre quem testemunhou: ‘Encontrei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração; ele fará tudo o que for da minha vontade’ . ‘ Atos 13:22 

Uma pequena nota sobre o nascer do sol

Isso foi em 5 de novembro de 2017 (só para constar)

Salmos 19:1 “Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos”

Tenho descoberto que sou uma pessoa que processa internamente e que tem prazer em contemplar, o que faz muito sentido levando em consideração minha primeira colocação. Também sou visual, ou seja, o que vejo, harmonias de cores, formas e texturas importam pra mim.

Sem dúvida a natureza é um tipo de visual que me leva a contemplação a Deus porque me deixa maravilhada. Quanto bom gosto!

Quando era criança, costumávamos fazer dois tipos de viagens anuais, uma pra praia e outra para visitar parentes em São Bernardo. Pra passar o tempo dentro do carro (crianças ficam entediadas rapidamente) uma brincadeira recorrente era observar o céu e encontrar formas nas nuvens e associar com animais, coisas e o que a imaginação permitia. E até hoje esse é um hábito, olhar para o céu e procurar formas (também tenho mania de somar os números das placas do carro, mas isso deixa pra lá rsrsrs).

Nesse fim de semana tive o privilégio de assistir o nascer do sol na praia. Que coisa magnífica. Como é linda a criação, como Deus tem bom gosto e coloca cores que combinam perfeitamente, superfícies que se completam. Tudo tem vida, se mexe, se expressa.

Mas, voltando às nuvens! Quando percebi, comecei a buscar formas nas nuvens daquele amanhecer tão lindo. As formas que identifiquei pareciam estar em posição de adoração e de receber o que o Pai amoroso renova todas as manhãs, sua misericórdia.

Eu vi o tamanho da reverência da criação. Foi lindo! Me senti conectado ao pai de amor, brinquei de ver formas nas nuvens e percebi o quanto dele tem em mim, afinal, criatividade é o meu maior “orgulho”. Posso dizer que essa herança é parte da genética do criador em mim. 

Aqui algumas fotos, convido você a brincar junto comigo nas busca por formas, quem sabe Deus mostra outras coisas a você.


​​